Pensei em você e ao mesmo tempo já queria você por perto de qualquer jeito, quero você do meu lado.
Mac Muller para Letícia Muller  
Ninguém realmente se parece por fora com o que é de fato por dentro.
— O Oceano no Fim do Caminho.  
Eu gostaria muito de agradecer a todos os incentivos para que eu saísse de casa e fosse ver gente. É verdadeiramente revigorante essa sensação de gastar metade do meu salário bebendo tudo o que pintar, gritar com os carros na rua, levar foras de patricinhas e ficar duzentos minutos tentando enfiar a chave na porra da fechadura de todos os prédios da cidade, exceto o meu. Esse masoquismo barato foi, nossa, muito legal. Se é isso que chamam de viver, sou mais de passar o resto dos meus dias afundado no meu sofá lambendo minhas feridas, me auto-erotizando e torcendo pelo retorno daquela época de ouro em que minha única preocupação era chegar na frente dos outros espermatozoides.
Gabito Nunes. 
Com ela eu fico satisfeito. E eu nunca fico satisfeito com nada.
Gabito Nunes.  
E lá estava o sorriso burro e satisfeito de um homem feliz, ridículo, que se sente um sortudo e nem sabe por quê.
Velho Bukowski.  
Eu sou o cara que vai te pedir desculpas depois de uma briga, o cara que vai te ligar a noite só pra ouvir sua voz antes de dormir. Eu sou o cara que vai deixar o orgulho de lado, pra te procurar quantas vezes forem necessárias, que vai estar sempre do seu lado quando todos a sua volta te deixarem, sem pedir nada em troca. Eu esquecerei minhas dores só pra curar as suas. Eu serei o teu abrigo depois da tempestade. Eu cuidarei de você e te amarei da forma mais incondicional que eu poder. Eu farei tudo e muito mais, por que eu levei tanto tempo pra te trazer pra perto que jamais vou querer te ver partir.
Lucas Katsuro   
Eu poderia ficar ali, te olhando, horas e horas. Sem palavras, sem beijo, sem nada. Só te olhando. O resto do mundo ficou invisível; e todo o barulho havia se silenciado. Só eu e você, nos olhando. Você rindo, sem graça; e eu tremendo, de tão sem jeito. Só eu e você.
— Fernando, carentepoeta.
Ah, amor… Eu quero tudo com você. Quero desde a sutileza de um simples beijo, até a safadeza de uma mão boba. Eu quero passar horas cantando pra você, as suas músicas preferidas. Pra quê? Pra você lembrar de mim quando ouvi-las. Quero te ensinar a tocar violão, pra quando não tivermos nada pra fazer, tocarmos e nos apaixonarmos um pelo outro, novamente. Não me importo se você tem a voz ruim, ou vai tocar mal. Aliá, por que me importaria? Não sou nenhum profissional. Eu quero deitar com você, sentir o teu corpo no meu. E como você é pequenininha, vai encostar a cabeça no meu peito, e vai dar pra ouvir direitinho meu coração batendo. Se não formos dormir, ou nos pegar, quero ouvir música com você. Mas eu quero ouvir aquelas horríveis, só pra dar belas gargalhadas com você. Eu quero tudo com você. Eu quero é você. E não importa quanto tempo eu espere, eu vou esperar, ansiosamente, porque você pode ser a minha salvação.
— Fernando, carentepoeta. 
E eu simplesmente não aguentei quando vi aquilo; e mesmo sabendo que não iria fazê-lo, fiquei repetindo para mim mesmo: não vou surtar, não vou surtar, não vou surtar, não vou surtar…
— Primavera, se foi. 
Seremos apenas lembranças um para o outro
O lado bom da vida.  
Não tem como se esquentar quando o frio vem de dentro.
Remontado. 

Anônimo: Oi, vc tem mais de um moderador? vi umas postagens antigas c /sah e etc, na vdd vc estava reblogando autorias e avaliando :# hwuiwueue

não, sou só eu mesmo kk e na vdd tmb nunca avaliei ou rebloguei kk